iPhone 5 conectado ao 4G, com ícone do app do Blog do iPhone
Repost, Tecnologia

Conexão 4G no iPhone 5 passa a ser realidade em mais cidades brasileiras

Talvez nem todos se lembrem de como era difícil usar o iPhone com a rede 4G no Brasil. Em 2012, quando a Apple lançou seu primeiro celular compatível com a tecnologia (o iPhone 5), o dispositivo não suportava a frequência 2.600MHz do LTE usado no país, tornando-o incompatível. Na época, o modelo apenas usava a frequência 700 MHz, que era a padrão nos Estados Unidos.

 

Mas com o desligamento da TV analógica no Brasil, cada vez mais cidades estão começando a adotar o 4G LTE na frequência de 700 MHz, permitindo assim que o iPhone 5 (e o iPad 3 LTE) possam se conectar na rede mais rápida.

 

Apesar de ser um modelo bastante antigo (está fazendo 6 anos em 2018), muita gente ainda o usa e vem nos relatando o fato de, “magicamente“, começarem a conseguir conexão 4G em um aparelho que teoricamente não o suportava. Mesma coisa para o iPhone 5c (lançado um ano depois, com o mesmo hardware) e o iPhone 5s que foram comprados em determinados países.

O sinal de 700 MHz tem um maior alcance e atravessa melhor as paredes. O poder de penetração portanto é bem maior, podendo atender mais regiões por um custo menor para as operadoras, o que beneficia cidades do interior.

 

As três maiores operadoras do país entraram no leilão das bandas 4G de 700 MHz (Claro, Vivo e TIM) e portanto a cobertura tende a aumentar com o passar do tempo. Nesta semana, a TIM liberou o VoLTE (voz pelo LTE) para 182 cidades no interior de São Paulo (DDDs 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19), para clientes do pré e pós pago.

 

Portanto, se você ainda é usuário de um velho e bom iPhone 5 (ou 5c), experimente ver se na sua região você consegue se conectar no 4G. Se conseguir, conte aqui pra gente.

 

Fonte: https://blogdoiphone.com/2018/05/4g-iphone-5-5c-5s/

lippcruz

Especialista em dispositivos Apple, aficionado por tecnologia, música, fotografia, e design.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *